O desejo de ser mamã

Para algumas pessoas, evitar engravidar é difícil, mas para outras, conseguir conceber uma criança pode ser complicado e frustrante. Só há seis dias por mês nos quais uma mulher pode engravidar e existem muitos factores que podem afectar a fertilidade e concepção. Aprenda agora como aumentar a chance de engravidar. Entenda como a concepção funciona. Depois de aproximadamente 14 dias depois do primeiro dia de menstruação, os ovários liberam um óvulo, e este momento é o único no qual ele pode ser fertilizado. Para aumentar as chances de gravidez, você precisa prever quando isto acontecerá. Os métodos têm períodos de readaptação maiores que outros, e o tempo que levará até que o corpo da mulher volte a ovular normalmente varia. Por exemplo, mulheres usando um contraceptivo injetável chamado Depo-Provera normalmente só engravidam depois de 9 ou 10 meses após a última
Tratamento Médico - Concepção Assistida
_________________________________

Andas a tentar a algum tempo e ainda não conseguiste conceber o teu bebé??
Poderás ter um problema de saúde específico, o que significa que precisas de recorrer à concepção assistida.
De qualquer maneira, não há motivo para se sentir embaraçada ou deprimida por ter de certa forma " falhado".
Milhares de pessoas fazem tratamentos de fertilidade todos os anos, e as mudanças que já fez farão uma grande diferença nas suas hipóteses de conceber.
___________________________________

Onde Pode Obter Ajuda?
________________________

Escolher uma clínica: Se vai recorrer a uma clínica privada, lembre-se de que você é um cliente que paga e quer o serviço que for melhor para si. Alguns casais preferem uma pequena clínica acolhedora, onde possam ser atendidos pelos mesmos profissionais em todas as consultas. Outros preferem uma clínica grande, dirigida por um nome conhecido, que podem ou não ver.
_____________________________________

Algumas clínicas de infertilidade:
- AVA CLINIC;
- British Hospital XXI;
- CEMEARE - Centro Médico de Assitência à Reprodução;
- HPP - Hospital dos Lusíadas;
Para mais informação deixo aqui o site onde podem tirar várias clínicas.
http://www.spmr.pt
_______________________________________

Perguntas úteis para fazer na clínica:
- Que exames e tratamentos disponibilizam?
- Especializam-se em algum tipo de infertilidade?
- Têm lista de espera?
- Fazem algumas restrições?
- Quantas vezes terei que vir à clínica?
- Dispõem de aconselhamento, e está incluído nos custos do tratamento?
- Há alguns custos ocultos, tais como exames de diagnósticos ou despesas de anestesia?
- Qual é a taxa actualizada de bebés levados para casa?
- Qual a taxa de sucesso deles para mulheres da sua idade?
_________________________________________

Antes de Começar o Processo:

Entrar num tratamento de FIV é um grande passo, tanto financeira como emocionalmente, por isso precisa de ser bem pensado. Muitos casais não estão cientes da quantidade de tempo que lhes vai tomar, dos efeitos físicos dos fármacos no corpo da mulher, e da montanha-russa emocional por que os vai fazer passar.
Este tratamento pode custar à volta de 2700€ a 4000€.
A taxa de sucesso da FIV ronda os 20%, o que significa que 80% dos ciclos irá falhar.
Alguns casais podem sentir-se pressionados a fazer um ciclo de FIV atrás de outro. Por vezes esta pressão vem das clínicas, especialmente se a mulher for " mais velha". Contudo, com as quantidades de fármacos que são utilizados e os altos e baixos emocionais que pode sentir, juntamente com os efeitos destes medicamentos sobre o seu organismo, é preferível fazer um intervalo de dois ou três meses entre tentativas e deixar o seu corpo voltar a um ciclo normal antes de voltar a ser bombardeado.

Infecções Que Podem Afectar a Fertilidade Do Casal
________________________________

Com a utilização da pílula ( não como método físico ), e com o aumento de parceiros sexuais, veio um aumento dramático das doenças sexulamente transmissíveis. As clássicas doenças venéreas, como a sífilis e a gonorreia, estão em declínio - graças à detecção e tratamento precoces - mas o seu lugar foi tomado por um grupo de outros agentes infecciosos.

Algumas destas infecções podem mesmo impedi-la de engravidar e podem causar um aborto. Também podem afectar drasticamente os espermatozóides do seu parceiro.

É assim essencial que ambos façam um rastreio de infecções antes de tentarem conceber, especilamente se tiver havido um aborto antes.
Um rastreiro de rotina também deverá incluir rubéola.
_______________________________________

Infecções Que Devem Ser Rastreadas antes da Concepção

Clamídia - Esta " bomba -relógio da infertilidade" deve ser testada tanto em si como no seu parceiro.

Citomegalovírus ( CMV ) - É causada pelo vírus do herpes, afecta a fertilidade do homem diminuindo a sua contagem de espermatozóides.
Se o bebé for infectado no ventre materno, o CMV pode causar uma série de sintomas, incluindo icterícia, infecções oculares, perda da audição, pouco tamanho para a idade de gestação, dificuldade alimentares e fraco desenvolvimento.
O maior risco para o feto é quando a infecção ocorre durante as doze primeiras semanas de gestação.
O CMV é excretado na saliva e urina.
___________________________________

Micoplasma - São pequenos organismos que são muito comuns em todos nós, mas encontram-se em maiores quantidades em casais que não estão a conceber.
O aumento destas infecções pode dever-se a mudanças nas atitudes sexuais e ao facto de algumas doenças poderem aumentar o seu crescimento.
Infelizmente , se a mulher grávida tem um infecção por ureaplasma, pode passá-la ao bebé.
__________________________________

Toxoplasmose - A toxoplasmose é uma infecção pelo parasita Toxoplasma gondii que se encontra na maioria dos animais, mas o único hospedeiro em que se reproduz é gato, que adquire os quistos ao comer pássaros e ratos infectados.
Pode ser transmitido aos humanos pelo contacto com a areia do gato, ao comer carne crua ou mal passada, beber àgua contamidade e lacticínios não pasteurizados.
Se uma mulher contrai toxoplasmose durante a gravidez, o bebé normalmente é infectado em 45% dos casos e é uma doença muito grave para o feto.
Ao bebé esta infecção pode causar-lhe hidrocefalia ( acumulação líquido no cérebro), problemas oculares, convulsões, cegueira e lesões cerebrais.
A prevenção é a melhor abordagem e isso significa que, até 4 meses antes da gravidez e durante a gravidez, a mulher não deve manusear areia do gato.
_______________________________________

Herpes Genital - Este vírus é transmitido sexualmente.
Com ataques que variam entre ligeiras borbulhas vermelhas e bolhas. Se uma mulher contrai herpes pela primeira vez na fase incial da gravidez, pode aumentar o risco de aborto em 25%. Se o herpes ficar activo quando a gravidez está a chegar a termo, é-lhe oferecida uma cesariana.
O bebé pode contrair herpes durante a expulsão e existe a possibilidade de ocorrerem lesões cerebrais, cegueira ou morte.
________________________________________

Gardnerella - Esta infecção vaginal, precisa de ser tratada antes da concepção. Pode causar uma sensação de ardor e também um corrimento cinzento ou amarelo com cheiro a peixe.
________________________________________

Estreptococos Hemolíticos do Grupo B - Esta é uma bactéria muito comun mas tem ligações com a ruptura prematura das membranas e com o parto prematuro.
________________________________________

Infecções Uterinas Gerais - Os médicos suspeitam de que as infecções do útero podem desempenhar um papel crucial nos partos muito prematuros. As infecções uterinas aceleram a desintegração da membrana protectora em que o bebé se encontra protegido.
_________________________________________

Candida - A Candida albicans é uma levedura que existe naturalmente no intestino, na pele e na vagina e que habitualmente é controlada por outras bactérias. Pode não impedir de conceber, mas se pretende optimizar a sua saúde antes da concepção vale a pena eliminá-lo.
Os principais sintomas de candidíase vaginal são um corrimento espesso branco e pegajoso, com irritação e dor ao toque. Os homens também podem ter um corrimento do pénis com dor ao toque ou vermelhidão.
A candida é muitas vezes transportada no aparelho digestivo e pode dar origem a sintomas como desejos ( especialmete para açucar e pão), fadiga, inchaço abdominal com flatulência excessiva, sensação de enfartamento.
________________________________________

Infecções a Evitar durante a Gravidez
_____________________________

Listéria - A listéria é uma bactéria presente nos animais e na terra. Nos homens e mulheres não-grávidas a infecção é ligeira, mas em mulheres grávidas pode causar um aborto tardio. Para evitar a listéria, não coma queijos moles como o Brie, Camamembert e queijos raiados de azul, patês de carne, carne mal passada, aves pré-cozinhadas, gelados moles que saem de máquinas, lacticínios não pasteurizados e saladas pré-preparadas em sacos fechados.
_____________________________________

Salmonela - A salmonela é das causas mais comuns de intoxicação alimentar e pode causar diarreia grave e vómitos, Não parece prejudicar o bebé em desenvolvimento, mas a febre que a acompanha a intoxicação por salmonela pode causar um aborto.
Aseegure-se de que todas as aves e ovos são bem cozinhados e evite comer qualquer coisa que contenha ovos crus ( como maionese).
___________________________________________

___________________________________________

DICAS PARA EVITAR INTOXICAÇÕES ALIMENTARES

- Lave as mãos antes de preparar alimentos e entre manusear alimentos crus e cozinhados;
- Mantenha as bancadas de cozinha limpas e vá lavando as tábuas de cozinhar com frequência;
- Lave os utensílios utilizados para alimentos crus antes de os utilizar noutros alimentos;
- Mantenha a temperatura do seu frigorífico inferior a 5ºC e a do congelador inferior a -18ºC;
- Prepare e guarde os alimentos crus e cozinhados separadamente;
- Mantenha os animais de estimação afastados dos alimentos;
- Não prepare alimentos para outras pessoas se tiver sintomas de intoxicação alimentar;
- Não encha demasiado o frigorífico, uma vez que isso pode impedir o ar de circular, o que poderia aumentar a temperatura no seu interior;
- Coloque os restos de volta no frigorífico o mais depressa possível, mas espere até arrefecerem;
- Se usar restos, aqueça-os bem;
- Cozinhe bem a carne e as aves até que não haja partes rosada.
__________________________________________


Quando o problema é dele...

Até 40% dos problemas de infertilidade podem ter origem no homem e, no entanto, o centro das atenções, especialmente nas fases iniciais da investigação, habitualmente está na mulher.

As consultas de infertilidade devem incluir ambos os parceiros.
Muitas mulheres procuram sozinhas porques os seus parceiros dizem " o problema não é meu".Os homens relacionam emocionalmente a virilidade com a fertilidade e sentem-se de alguma forma "menos homens" se não conseguirem dar um filho à sua parceira.
O homem deve lembrar-se que está a contribuir 50% não só para a saúde do bebé, mas também, antes de mais, para conseguir engravidá-la.

Você poderá estar a tomar farmácos, enquanto que o seu parceiro apenas fornece a amostra de esperma. Por isso, na verdade, estaria a ser tratada sem precisar, por existir um problema por parte do seu parceiro.

Muitas mulheres que sofem abortos, por exemplo, assumem que é problema com o seu próprio aparelho reprodutor. Mas é lógico que, se existe alguma coisa errada com os espermatozóides que fecundam o óvulo, a natureza irá causar um aborto. Estudos demonstraram que há risco aumentado de aborto quando existem anomalias nos espermatozóides.


Outros exames feitos ao homem

Exame da Frutose - Se não existirem espermatozóides na análise de esperma, isso pode significar que não estão a ser produzidos espermatozóides nos testículos, ou que estão a ser produzidos mas os canais estão obstruídos e estes não conseguem passar para serem ejaculados. A frutose é um açucar que existe normalmente no esperma.
____________________________________

Teste de Anticorpos Antiespermatozóides - Este exame tenta determinar se o homem produz substâncias que fazem com que os espermatozóides se aglutinem, percam motilidade ou impeçam a fertilização. Estes anticorpos fazem coom que o sistema imunitário do homem " veja" os seus próprios espermatozóides como corpos estranhos e tente destrui-los.
_____________________________________

Exame Pós-Coital - O exame pós-coital é usado desde 1860 para avaliar o muco cervical e a capacidade dos espermatozóides de nadar através dele.
Dirige-se a uma clínica por volta do momento da ovulação, depois de ter tido relações sexuais cerca de 4 a 10 horas antes. É colhida uma amostra de muco cervical e esta é observada ao microscópio. A clínica pretende ver se existem espermatozóides no muco, quer estes estejam mortos, ou apenas a agitar-se em vez de avançarem.
Este exame deve ser feito precisamente no momento certo do ciclo e é possível obter alguns resultados falsos. Isso significa que tem de ser repetido, se parecer que a mulher está a matar os espermatozóides do seu parceiro.
_____________________________________

Ensaio de Penetração dos Espermatozóides ou Exame " Hamster"- Este é um exame que utiliza óvulos de hamster para ver ser os espermatozóides conseguem penetrar nos óvulos. Os espermatozóides humanos conseguem penetrar nos óvulos de hamster mas não conseguem ( felizmente) desenvolver-se em embriões.
______________________________________

Glóbulos Brancos - Os esperamatozóides imaturos aparecem como células redondas no esperma antes de se desenvolverem até à sua forma característica de girino. É importante saber se estão presentes glóbulos brancos, porque podem causar infertilidade. Poderiam indicar uma infecção no aparelho urinário. Se forem observados gloóbulos brancos, são necessários mais exames para descartar a existência de bactérias comuns ou um ainfecção como a clamídia.
_______________________________________

Exames Hormonais - É possível fazer exames às hormonas, incluído a FSH, LH, prolactina, testoterona e as hormonas tireoideias. Se os níveis de FSH forem elevados, isso pode indicar que há um problema com a produção de espermatozóides nos testículos.
Administrar doses de testoterona como medicação pode na verdade diminuir a quantidade de espermatozóides, por isso voltamos à ideia de equilíbrio.
______________________________________

Porque são necessários tantos espermatozóides??

Uma vez que só é necessário um espermatozóide para fecundar o óvulo, e a natureza tenta impedir os outros espermatozóides de entrar depois de um ter penetrado na superficie interna, por que motivo se produzem milhões em cada ejaculação??
Tal como em outros aspectos da natureza, a regra é a abundância.

Calcula-se que apenas uma pequena fracção de espermatozóides vai realmente chegar ao óvulo ( uns cem), uma vez que os espermatozóides precisam de nadar pela vagina acima, passando pelo colo do útero e subindo pelas trompas de Falópio. Normalmente só é libertado um óvulo e este óvulo irá deslocar-se por um trompa de Falópio abaixo, por isso metade dos espermatozóides que restam no fim da longa jornada podem estar a subir por uma trompa que não tem óvulo.
Quando finalmente encontram o óvulo, vários espermatozóides rodeiam-no.
____________________________________

Curiosidade sobre os espermatozóides
- Um espermatozóide agita a sua cauda 800 vezes para avançar um mílimetro;
- Os esperamtozóides atingem as trompas de Falópio 30-60 minutos após a ejaculação;
- São produzidos em média 1500 espermatozóides por segundo em cada testículo;
- Nas condições certas, um espermatozóide pode viver até 5 dias;
- Um esperamtozóide pode nadar 3 milimetros por segundo.
Produção de espermatozóides

Os espermatozóides são produzidos nos tubos seminíferos ( estruturas filamentosas que enchem os dois testículos). Os espermatozóides demoram pelo menos 3 meses a amadurecer e a ficarem prontos para serem ejaculados.
A cabeça dos espermatozóides, semelhantes a girinos, carregam o material genético que irá entrar no óvulo e juntar-se ao material genético da mulher.
A cabeça dos espermatozóides tem de ser suficientemente dura e conter certas enzimas para penetrar o óvulo.
Por vezes as cabeças dos espermatozóides não são suficientemente fortes para penetrar o óvulo. Por vezes a camada exterior do óvulo, a zona pelúcida, é demasiado dura para ser penetrada. Ou pode ser uma combinação dos dois que torna a fecundação difícil.

Análise do Esperma



Este é o exame mais simples da fertilidade masculina.

- Pede-se ao homem que produza uma amostra masturbando-se directamente para um recipiente esterilizado.

- Algumas clinicas pedem ao homem para colher a amostra em casa e levá-la ao laboratório no intervalo de uma hora, enquanto outras pedem para produzir a amostra na clínica.

- Pede-se ao homem que se abstenha de sexo durante pelo menos 48 horas, mas não mais de 7 dias antes de fornecer a amostra.



O laboratório irá observar a amostra e medir os seguintes factores:

- o número de espermatozóides por mililitro ( contagem de espermatozóides);

- a percentagem de espermatozóides em movimento ( motilidade);

- a qualidade do movimento designado como progressão ( classificada de 1-4, sendo 1 o grau mais elevado);

- a percentagem de espermatozóides anormais;

- volume de esperma.



As recomendações da OMS de 1992 afirmam que deve haver mais de 20 milhões de espermatozóides, mas de 30% dos quais devem ser normais e mais de 50% devem mover-se activamente.

___________________________________



Volume de Sémen



O volume normal de líquido seminal é entre 2 a 6 ml e este nível pode variar dependendo do tempo de abstinência antes de fornecer a amostra. Se o volume for baixo, isto pode interferir com o transporte de espermatozóides e estes podem não atingir o colo do útero.

O volume elevado pode diluir a densidade de espermatozóides e afectar o seu movimento.

Como sempre, é necessário restabelecer o equilíbrio. Não é bom ter espermatozóides a menos ou a mais, também pode ser um problema se o volume de sémen for demasiado baixo ou demasiado alto. O objectivo é a homeostasia, em que o organismo e todos os seus processos são capazes de manter o seu próprio equilíbrio.




Os nossos mucos

Durante a primeira metade do ciclo ( a fase folicular ), o muco é espesso e pegajoso. Forma um rolhão sobre o colo do útero, que impede o sémen de entrar. Também torna a vagina ácida, o que pode matar os espermatozóides ao fim de algumas horas.
____________________________________

Cerca de 3 a 4 dias antes da ovulação, à medida que os níveis de estrogénio aumentam, o muco torna-se transparente e elástico e a quantidade deste aumenta. Rodeados por este muco féril, os espermatozóides conseguem sobreviver até 7 dias.
____________________________________

Uma vez ocorrida a ovulação e de ter aumentado a progesterona, o muco volta a tornar-se espesso e pegajoso ( muco não-fértil ), protegendo o colo do útero do esperma e também de corpos estranhos.
____________________________________

Ultrapassar Problemas de Saúde
_____________________________

Probelmas Clínicos Femininos:

Doença Celíada - Esta doença digestiva, não é apenas um problema feminino, é uma intolerância ao glúten que se encontra em grãos como o trigo, o centeio, a cevada e a aveia. Antes do diagnóstico, a intolerância causa má absorção e pode assim causar-lhe carência de nutrientes vitais.
_______________________________

Síndrome de Ovários Policístos - Há uma diferença entre ovários policístos e ter síndrome de ovários policístos.
Quando se tem ovários policístos, os ovários são maiores do que é normal e os folículos não desenvolvidos parecem-se com cachos de uvas. Só quando os ovários policístos dão origem a um desiquílibrio hormonal se diz que a mulher tem síndrome de ovários policístos, caso em que provavelmente não tem ovulação e pode ter excesso de peso e pêlos, problemas de pele e variação de humor.

Diagnóstico - Habitualmente é feito por ecografia.
________________________________

Fibromas - Os fibromas, que são excrescências não cancerosas, têm diversos nomes, dependendo da forma como crescem:

- Os fibromas Submucosos crescem dentro do útero e estendem-se à cavidade uterina;

- Os fibromas Intramurais crescem dentro da parede do útero;

- Os fibromas Subserosos crescem fora do útero, no revestimento entre o útero e a cavidade pélvica.

Diagnóstico - exame interno, pode usar-se uma ecografia pélvica.
_______________________________

Endrometriose - A endometriose ocorre quando o revestimento do útero começa a crescer noutros locais do corpo. Pode causar períodos extremente dolorosos e também dores nas relações sexuais. Contudo, algumas mulheres têm endometriose e não têm quaisquer sintomas.

Diagnóstico - Faz-se por laparoscopia.
________________________________




Fecundação

O que pode fazer para se ajudar a si própria

A secção anterior descreveu os factores que podem afectar a sua fertilidade.
Esta secção diz-lhe o que pode fazer para aumentar a sua fertilidade e as hipóteses de conceber.

___________________________________

O Momento Das Relações Sexuais:

A Natureza concebeu o nosso aparelho reprodutor para trabalhar em harmonia, cada hormona depende da outra e todas trabalhando juntas como um sistema. Qualquer desequilíbrio em qualquer parte deste processo delicado irá afectar a produção de hormonas e com elas as hipóteses de conceber ou de ficar grávida uma vez ocorrida a fertilização.
________________________________

O que são as hormonas:

As hormonas são mensageiros químicos e o termo vem de uma palavra grega que significa " excitar". Transportadas na corrente sanguínea, desencadeiam actividade em diferentes órgãos e partes do corpo. As hormonas reprodutoras controlam o ciclo mensal e ajudam a manter a gravidez.

No início de cada ciclo menstrual, os níveis de estrogénio e a progesterona são baixos e a hormona folículo - estimulante ( FSH) é produzida pela glândula hipófise no cérebro que controla o sistema endócrino ( das hormonas ).

Isto inicia o processo de ovulação, estimulando os ovários a produzir a hormona estrogénio.

__________________________________

Estrogénio:

O estrogénio não é uma hormona só, mas várias agrupadas.
O estrogénio é a hormona responsável pelo amadurecimento da mulher da infância à idade adulta. Faz com que os seios se desenvolvam e produz a forma feminina característica.
___________________________________

Progesterona:

A progesterona é uma hormona importante na fertilidade, porque mantém o revestimento uterino durante a segunda metade do ciclo, pronto para receber um óvulo fecundado. Também é responsável por manter a gravidez.
____________________________________

Na Ovulação:

O nível de estrogénio continua a aumentar até ao meio do mês, em que a hipófise produz a hormona luteinizante ( LH ) que desencadeia a ovulação. O óvulo é então libertado de um folículo no ovário e passa para a trompa de Falópio.

Após a ovulação, os ovários produzem progesterona, que impede que ocorra mais ovulação nesse ciclo. Se não ocorrer fecundação, o revestimento do útero decompõem-se e ocorre a menstruação.
____________________________________

Fecundação:

Quando ocorre a fecundação, o ovo implanta-se na espessa e nutritiva parede do útero, onde começa a desenvolver-se.

A fecundação habitualmente tem lugar numa das trompas de Falópio.

Em cada ciclo menstrual, um grupo de cerca de 20 folículos, contento os óvulos em desenvolvimento, cresce na superfície do ovário. Geralmente só o folículo maior continua a desenvolver-se, razão pela qual os seres humanos só têm um bebé de cada vez.
Síndrome De Ovários Policistos

A síndrome de Ovários Policistos ( SOP ) é uma doença endócrina complexa, que tem como elementos principais hiperandrogenismo e anovulação crónica.

O diagnóstico pode ser realizado por um ginecologista, dependendo dos sintomas apresentados por cada paciente. Cada mulher desenvolve um quadro de SOP, diferente, que pode conter alguns destes sintomas:

- Ovários aumentados e com quistos;
- Ausência de ovulação;
- Ausência de menstruação;
- Infertilidade;
- Aumento de peso;
- Acne;
- Queda de cabelo;
- Pêlo a mais.
___________________________________

A doença costuma aparecer por volta dos 20-30 anos de idade. Calcula-se que entre a 20% a 30% das mulheres tenham ovários policistos, mas apenas 5% das mulheres apresentam o síndrome. As outras desenvolvem a doença sem apresentar sintomas, menstruam normalmente, e têm filhos.
___________________________________

Mas quando as mulheres fazem a ultra-som ginecológico, consta-se a presença da moléstia.
A mulher que apresenta ovários policistos produz uma maior quantidade de hormonas masculinas. O principal problema que este desequílibrio hormonal provoca está relacionado com a ovulação.
___________________________________

Um ovário normal tem mais ou menos 9 cm3. O ovário policisto chega a ter 20cm3, quer dizer o dobro.
As formas de tratamento devem ser analisados caso a caso, de acordo com os sintomas do paciente.



- exercício físico regular;


- uso da pílula anticoncepcional, específica para SOP, que regula o excesso de testosterona;


- uso de estimulantes da menstruação;


- entre outros, mas tudo de acordo com os sintomas de cada paciente.


________________________________________


Só o médico pode receitar qual o medicamento que o paciente poderá usar.


Pois bem a mim o meu Go receitou-me Dufine em comprimidos.


Devo tomar o 1º comprimido no 2º dia da menstruação durante 5 dias.


Tenho esperança que irei conseguir a minha estrelinha.







Factores que podem influenciar a nossa fertilidade
____________________________

Os alimentos não são como Antigamente:

-Hoje em dia comemos muitos alimentos prontos e refinados, que perdem os nutrientes essênciais durante a manufactura.

-A terra onde crescem os nossos alimentos, é tão pobre de nutrientes, devido à utilização excessiva e aos métodos de cultivo.

- A dieta equilibrada é um mito. Nós simplesmente não obtemos todos os nutrientes de que necessitamos dos alimentos.

Equilibrar a balança:

- O nosso peso é crucial para a fertilidade.

- Ter um peso muito baixo ou muito alto pode tornar-se a concepção díficil ou impossível.

- Se o peso de uma mulher descer muito, os seus períodos menstruais podem parar.

- Se uma mulher tem execesso de peso, isso pode impedi-la de ovular.
_______________________________

Àlcool, Fumar e Drogas

A maior parte das pessoas sabe que fumar e beber àlcool durante a gravidez pode ser muito prejudicial para o bebé. Mas o que a maior parte dos casais não sabe é que fumar e beber àlcool os pode mesmo impedir de conceber um bebé, porque diminui a sua fertilidade.
_______________________________

Idade

As más notícias são que quanto mais velhos ficamos, menos férteis nos tornamos - isso aplica-se tanto aos homens como ás mulheres.
_______________________________

Problemas que afectam a fertilidade feminina

- Obstrução das trompas de falópio;
- Síndrome dos ovários policístos;
- Fibromas;
- Endometriose;
- Doença celíaca.
______________________________

Problemas que afectam a fertilidade masculina

- Baixa quantidade de espermatozóides;
- Movimento reduzido de espermatozóides;
- Aglutinação;
- Espermatozóides anormais;
- Varicocele;
- Obstruções;
- Criptorquidia;
- Doenças glândulares.
_____________________________

Perigos Ambientais

- Alimentos geneticamente modificados;
- Produtos químicos de uso doméstico;
- Radiações;
- Metais pesados tóxicos.
_____________________________

Perigos Profissionais

- Stress



My love

/
 
© 2009 | Desejo de ser mãe | Por *Templates para VOCÊ*